Autonomia_Projetos_Capa

PROJETOS 1º SEMESTRE 2019

A ARTE DE LEVAR ALEGRIA – O MELHOR DE MIM!
Turma: 2M
Disciplina: LP / HIS / ARTES
 Professora: Tatianne Alves de Campos

Este projeto tem a intenção de desenvolver através da ARTE: a reflexão, a criatividade, sensibilidade, a percepção do outro, a coletividade e as habilidades em diferentes áreas artísticas como movimento, a poesia, o teatro, a música, a dança, a arte.
Faremos momentos de arte para os alunos mostrarem “o que têm de melhor” para ofertar aos amigos, expressando sentimentos, emoções através de vivências coletivas.  Vamos estudar a “ARTE DA ALEGRIA” através de artistas de tempos passados e da atualidade.

 

A CULTURA QUE TE CUTUCA
Turma: 9AB
Disciplina: Língua Portuguesa
Professor: Ailton Pereira Junior

Neste projeto buscou-se estudar os diferentes conceitos de cultura (cultura de massa, movimento contra cultura, patrimônio cultural) e perceber as diversas manifestações culturais do país e de nossa cidade. No processo de pesquisa os alunos efetuaram entrevistas com pessoas que trabalham com cultura na cidade, além de produzirem artigos de opinião, textos dissertativos e contos, para que, no final, sejam organizados em uma revista cultural digital

 

A ILUSTRAÇÃO NA LITERATURA INFANTIL
Turmas: 4M/V
Disciplina: Artes
Porfessora: Carolina de Nicola

Os grupos trouxeram uma curiosidade, “como podemos desenhar animais?” Juntos mergulharemos no mundo dos livros, em busca de variadas formas de se desenhar animais e outros seres.

 

AMAR
Turma: 2V
Professora: Andreia Cotta Toledo

O Projeto nasceu em 2017 com o objetivo de aprofundar conhecimentos sobre os ecossistemas da ilha e aprender a preservar os espaços naturais, conhecendo formas de se relacionar com os ambientes e animais que ali habitam de uma maneira mais consciente e sustentável. Assim sendo, cada um dos grupos envolvidos (1°, 2°, 3° e 4° ano) se aprofundam em uma parte dos estudos sobre esses ambientes ( fauna e flora).
Para o 2° ano, o projeto “AMAR” apresenta a fauna da Ilha e toda a sua particularidade.
A proposta deste projeto é de transcender os muros de nossa escola, demonstrando às crianças, famílias e comunidade que “espaço educacional” pode se fazer em todo lugar. Para tanto, basta que tenhamos um olhar sensível ao “mundo” que nos cerca, mais especificamente, a natureza que nos insere.
Uma vez que, pretendemos aguçar a percepção de sua responsabilidade sobre o que acontece no mundo, e de sua participação num todo maior que inclui o passado, o presente e o futuro. Com isso queremos que os conceitos sejam internalizados e transformados em comportamentos inovadores e criadores de novos modos de viver, pensar e agir.

 

ATELIÊ VIVO. ARTE, EXPERIÊNCIA E AFETO – A CHUVA
Turma: 9A/B
Professor: Monique Fonseca

O Ateliê Vivo – Arte, Experiência e Afeto propõe pluralidade. Indica diversas possibilidades de se fazer algo, um “algo” do contexto artístico. É o espaço para as investigações e experiências com arte. Um lugar para inventar e tornar visíveis ideias e percepções, onde se questiona, aprende e produz arte. Onde as manifestações da individualidade e do grupo, tem expressão.
Dentro do Projeto Ateliê Vivo os alunos dos 9ºanos serão convidados a elaborar e executar um Projeto Cultural dentro do espaço da escola a partir de um elemento natural, a chuva.
O trabalho propõe a elaboração do Projeto A CHUVA (Planejamento e Execução), a exploração da arte produzida ao longo dos tempos e das linguagens das artes visuais, dança, música e teatro.

 

AUTONOMIA COM CIÊNCIA
Turma: 2° A e B (Ensino Médio)
Professores: Charles Petry, Daniel Bertoglio, Arthur Ferraz, Sérgio Anacleto e Rogério Goudel

Segundo Ormastroni Feira de Ciências é “uma exposição pública de trabalhos científicos e culturais realizados por alunos. Estes efetuam demonstrações, oferecem explicações orais, contestam perguntas sobre os métodos utilizados e suas condições. Há troca de conhecimentos e informações entre alunos e o público visitante” (ORMASTRONI, 1990, p.7).
Na AUTONOMIA COM CIÊNCIA teremos atividade educacional que busca resolver uma determinada situação-problema em prol do desenvolvimento tecnológico e científico de uma sociedade. A Feira de Ciências é uma ferramenta primordial para a educação por possibilitar ao estudante um primeiro contato com a criação, o desenvolvimento e a apresentação de um projeto de pesquisa e, por conseguinte, desenvolver diversas habilidades não trabalhadas em um ambiente normal de sala de aula.
Esta oportunidade traz uma aproximação dos estudantes com a ciência, desenvolvendo competências que possibilitam a estes alunos criativos, empreendedores, idealizadores e inovadores, de resolverem e explicarem fatos científicos do nosso cotidiano.
A proposta é uma Feira de Ciências interativa, com práticas que possam envolver Biologia (Rogério), Física (Arthur e Sérgio), Matemática (Daniel) e Química (Charles), com experiências lúdicas e dados que expliquem os fatos a serem estudados.
Criatividade máxima, experiências únicas, muito empenho e ciências.

 

BRINCADEIRAS E CANTIGAS DE RODA
Turmas: I1M e I1V
Disciplina: Música
Professora: Cecília M. Pinheiro Machado

As turmas de Infantil 1 M/V irão explorar os sons, descobrirão como realizar sons corporais, de objetos sonoros e dos instrumentos musicais. Conhecerão, farão performances e reinvenções de cantigas e brincadeiras de roda, com destaque para o Boi-de-mamão e outros autos de Boi do Brasil.

 

BRINCADEIRAS E JOGOS DA CULTURA POPULAR
Turmas: 1M/V, 2M/V e 3M/V
Disciplina: Educação Física
Professora: Priscyla Silva Queiroz

1M/V: Vamos experimentar e recriar diferentes brincadeiras e jogos da cultura popular presentes no contexto comunitário açoriano, a fim de compreender e valorizar a origem da cultura corporal de movimento e seus vínculos com a organização da vida coletiva e individual da nossa cidade.

2M/V:  As crianças farão um levantamento das brincadeiras e jogos vivenciados pelos adultos da sua família durante a infância. Após o levantamento, vamos vivenciar durante as aulas o acervo de brincadeiras e jogos levantado pelas crianças. Cada criança terá um espaço nas aulas para explicar, por meio de múltiplas linguagens (corporal, visual, oral e escrita), as brincadeiras e os jogos populares do contexto familiar, reconhecendo e valorizando a importância desses jogos e brincadeiras para suas culturas de origem.

3M/V: Vamos vivenciar as brincadeiras e jogos populares do Brasil (matriz indígena, africana e europeia) e do mundo, a fim de reconhecer as práticas corporais como elementos constitutivos da identidade cultural dos povos e grupos.

 

BRINCANDO COM O BOI- DE-MAMÃO
Turma: I1V
Professora: Nani Garcia
Auxiliar: Mariane Furtado

A brincadeira com o boi-de-mamão alia duas potencialidades pedagógicas: resgata uma importante manifestação cultural e possibilita a ludicidade nas mais variadas formas. Nosso objetivo é brincar bastante para desenvolver a expressão corporal, a linguagem, a coordenação motora, à memória, o ritmo, a percepção do outro e os sentidos do nosso corpo

BRINCANDO E APRENDENDO PELO NOSSO PAÍS!
Turma: I3V
Professora: Ana Paula Martins da Cunha
Auxiliar: Micheli Roseléa Assunção

Vamos fazer uma viagem pelo nosso país, conhecendo outras manifestações culturais relacionadas ao brincar e as peculiaridades de cada região.

 

COLETIVO MOBILIDADE
Turma: 2° A e B (Ensino Médio)
Professor: Morgana Farias, Daniel Bertoglio, Arthur Ferraz, Sérgio Anacleto e Jerônimo Marmitt

Tendo sido pensado a partir de um problema recorrente da comunidade escolar da Escola Autonomia, o Coletivo Mobilidade tem por objetivo pensar as vias de acesso à escola e criar soluções possíveis para a mobilidade local.
Dentro da disciplina de geografia, o meio urbano é debatido num contexto histórico e atual quanto ao seu desenvolvimento, dificuldades e alternativas. A cidade, idealizada como um espaço democrático, cria possibilidades para a participação da sua população quanto a busca de soluções para os obstáculos enfrentados no cotidiano.
A partir dessa discussão, iniciada em sala de aula, as turmas do segundo ano do Ensino Médio é a mais indicada para desenvolver um projeto que os desafiará quanto as possibilidades em relação ao papel do cidadão e de um estudante munido de conceitos acadêmicos, conteúdo, trabalho prático e observação.
Além disso, colocando em prática os direitos de um cidadão, o projeto se concluirá com a proposição de uma lei pelos alunos, lei que deverá ser encaminhada à câmara de vereadores para avaliação dos legisladores.

 

COMO FAZER AMIGOS?
Turma: I3M
Professora: Giselda da Mota Nunes
Auxiliar: Bianca Andrade Silva

Como fazer amigos? Esta foi a pergunta detonadora do trabalho com o grupo do Infantil 3M. A maioria respondeu “a gente faz amigos convidando para brincar”… Foi assim que surgiu  o nosso projeto. Vamos escolher brincadeiras, planejar, convidar as crianças do Infantil e ocupar algumas vezes, a ‘quadra grande lá de trás’.
O objetivo é é ampliar o repertório social e a rede de amigos e amigas com jogos e brincadeiras propostas pelo grupo. Em paralelo, construiremos um livro para registrar o trabalho e seus desdobramentos.

 

COMUNICAÇÃO – A IMPORTÂNCIA DE FALAR INGLÊS
Turmas: 8AB
Disciplina: Inglês
Professora: Tatiane C. Martins

Em nosso projeto estamos trabalhando a importância da comunicação: como se fazer entender, mesmo não falando o mesmo idioma, ou até mesmo recebendo uma mensagem sem palavras. Será que o que eu digo realmente é entendido pelo outro? Minha mensagem consegue chegar da maneira como pensei?
Nosso objetivo é desbloquear “o medo de errar” ao nos comunicar em inglês. Superar o medo ou vergonha de falar inglês em público e finalmente chegar no final do segundo semestre tendo toda nossa turma se comunicando unicamente em inglês.

 

CONSTRUINDO AS FORMAS
Turmas: 3M/V
Disciplina: Artes
Professora: Carolina de Nicola

Juntando linhas obtemos diferentes formas. O objetivo é explorar as formas geométricas e orgânicas dentro das composições artísticas. Também vamos experimentar diferentes materiais e suportes na construção das formas.

 

CORPO COMUNICATIVO
Turma: 6 AB
Disciplina: Artes Cênicas
Professor: Luciano Souza

O projeto pretende, através de atividades expressivas e criativas, desenvolver as competências e habilidades dos alunos na interpretação e encenação teatral, bem como, introduzir a linguagem teatral e os elementos que a formam. Neste processo os estudantes poderão conhecer o próprio corpo e suas possibilidades de expressão e comunicação, utilizando a mímica, o gesto, o movimento e a ação corporal em cena.

 

CULTURA AÇORIANA E SEUS JOGOS E BRINCADEIRAS
Turmas: I2M/V
Disciplina: Educação Física
Professora: Priscyla Silva Queiroz

Serão apresentados os conhecimentos acerca da cultura local, através dos jogos e brincadeiras da cultura açoriana. Além disso, será estimulada a criatividade pela criação de brincadeiras a partir do uso/criação de materiais/objetos/brinquedos diversos, brincadeiras com bolas (de sabão, de plástico, de meia, de borracha, de couro; pequenas, grandes, médias; leves e pesadas; para soprar, para lançar, para chutar, para rolar), brincadeiras com arcos (para arremessar, para rolar, para bambolear), brincadeiras de arrastar/empurrar/puxar.

 

DANÇA, CANTA E BRINCA!
Turmas: I1M/V
Disciplina: Educação Física
Professora: Priscyla Silva Queiroz

As cantigas e as cirandas, bem como as brincadeiras cantadas farão parte das experiências de dança nas aulas de Educação Física. O boi de mamão, dramatização consiste na morte e ressurreição do boi, será outra possibilidade para desenvolver o tema da dança, com o intuito de aproximar as crianças dessa manifestação da cultura catarinense, não apenas reproduzindo a forma tradicional de brincar o boi, como também, construindo e recriando, com as crianças, a brincadeira do boi.

 

DESCREVER A NATUREZA PARA QUÊ?
Turma: 9 AB
Disciplina: Física
Professor: Arthur Ferraz

Com base nos estudos sobre metodologia do trabalho científico que possibilitam a caracterização de fenômenos e objetos, esse projeto tem como objetivo propiciar que os estudantes apliquem conceitos científicos vinculados a propriedades das matérias e criem uma máquina fictícia que possa colaborar no processo de preservação e manutenção da natureza e do meio ambiente. Nessa perspectiva, eles terão oportunidades de agir cientificamente para propor ideias, testarem hipóteses e aplicarem os saberes abordados nas aulas.  

 

DESENROLANDO AS LINHAS
Turmas: 1M/V
Disciplina: Artes
Professora: Carolina de Nicola

O objetivo é conhecer um dos elementos essenciais da composição visual. A linha está presente em nossa vida e em todas as coisas que estão ao nosso redor, especialmente na natureza. Mas como podem ser as linhas? Vamos descobrir apreciando diferentes movimentos artísticos.

 

DESVENDANDO AS CORES
Turmas: 2M/V
Disciplina: Artes
Professora: Carolina de Nicola

Há quem diga que as cores escondem segredos. O objetivo é conhecer e apropriar-se desse importante elemento das artes visuais, experimentando, sentindo, observando, combinando…

 

DEVORADORES DE LIVROS
Turma: 2V
Professora: Andreia Cotta Toledo

Devoradores de Livros é um projeto coletivo que acontece o ano todo. Com o notado sucesso do projeto em 2018 –  Devoradores (2V), Inventores (3V) e Fazedores (4V) recebem o apoio dos Descobridores (1V ) e dos Superadores (5V) em 2019.
A intenção do projeto é que todos os alunos Devoradores: descubram, leiam, inventem, façam e analisem  de tudo e depois possam compartilhar suas experiências com outras pessoas, despertando a curiosidade, o interesse e a vontade de participar ativamente neste mundo fascinante e cheio de coisas para ler, escrever, imaginar e sonhar.. É importante ressaltar que, para tanto, não deve existir preconceito com qualquer gênero literário, pois todos são adequados e devem ser saboreados conforme a vontade e a fome dos devoradores.. É esse o lema dos devoradores: DEVORADORES DO CONHECIMENTO.

 

ESTAÇÕES DE ESTUDOS
Turma: 2V
Professora: Andreia Cotta Toledo  

O projeto tem como proposta de trabalho Estações de Estudos . As estações  são uma estratégia de trabalho pedagógico que valoriza a autonomia, a capacidade, a tomada de decisão, a criatividade,  relacionamentos, vivência de regras de convívio e resolução de conflitos. Também é uma maneira de trabalhar com grupos respeitando o ritmo de cada criança.
A arrumação da sala em “Estações de Estudos” proporciona também um importante aprendizado para as crianças, o da transformação do próprio ambiente e da descoberta de que muitos mundos cabem numa única sala de aula.
A sala de aula  passa a ser um espaço pedagógico onde os indivíduos compartilham, constroem, modificam e interagem. A aula, nesse novo contexto, deverá ser um fórum de debates de negociações e concepções, espaço de representações e conhecimento compartilhado.
O projeto tem como objetivo principal proporcionar aos alunos, espaço para trocar ideias, construir conceitos, assumir posturas, demonstrar interesse, discordar, propor soluções, encaminhar proposta, demonstrar desejos e construir significados.

 

FOOD MARKET – BRINGING ENGLISH INTO OUR DAILY LIVES.
Turmas: 5MV e 7AB
Disciplina: Inglês
Professora: Tatiane C. Martins

A idéia principal é tirar o inglês da sala de aula e levá-lo para nosso dia a dia. Como usar o idioma para nos comunicar em restaurantes, padarias, mercados, cafeterias…? Nosso objetivo final é fazer um grande Food Market, envolvendo a escola como um todo.

 

FLORIPA´S TRAILS: A NICE WAY TO GO SIGHTSEEING
Turmas: 6AB
Disciplina: Inglês
Professora: Tatiane C. Martins

Usar as trilhas como forma de conhecer nossa cidade é uma maneira excelente de entrar em contato com a natureza, cuidar do meio ambiente, refletir sobre questões de sustentabilidade e ir além. Como tornar essa atividade algo atrativo para os turistas que vêm visitar nossa cidade? Como mostrar que é possível conhecer nossa ilha usando trilhas e suas belezas naturais?
Através de material informativo, produzido por nós em inglês, vamos “vender” nossas trilhas e nossa cidade para os turistas que vêm de outros países e para os brasileiros também.
Nosso objetivo é sair para fazer uma trilha, e colocar em prática todo aprendizado que tivemos nesse semestre.

 

GINÁSTICA NO CIRCO
Turmas: I3M/V}
Disciplina: Educação Física
Professora: Priscyla Silva Queiroz

Juntos vamos explorar movimentos, gestos, sons, formas, texturas, cores, palavras, emoções, transformações, relacionamentos, histórias, objetos, elementos da natureza, ampliando os saberes sobre a cultura circense.  Desta maneira, busca-se inserir práticas corporais que abordam elementos como equilíbrio, habilidades motoras, acrobacias simples, malabares e construção de brinquedos de maneira integrada e, sobretudo, divertida. Serão realizadas as seguintes atividades para este tema: experiências com saltos (sobre colchões; sobre cordas); caminhar; correr; rastejar; trabalho de equilíbrio em cordas e sobre objetos; e rolamentos.

 

HISTÓRIAS QUE BRINCAM COM NOSSO CORPO
Turma: I2M
Professora: Raquel Feldmann Barros
Auxiliar: Ana Carolina Nunes

O que somos capazes de fazer, sentir e comunicar com o nosso corpo? Utilizando como recurso as histórias, brincadeiras e a arte, iremos nos transformar (através da brincadeira de estátua), tendo a oportunidade de nos sentir; firmes como uma árvore, fortes como um herói ou brilhar como o sol… E assim estaremos ampliando e descobrindo nossas capacidades físicas e emocionais, desenvolvendo autoestima e competências sociais.

 

HOW TO DEAL WITH FEELINGS AND EMOTIONS
Turmas: 1MV, 2MV, 3MV, 4MV
Disciplina: Inglês
Professora: Tatiane C. Martins

Será que sabemos expressar o que estamos sentindo?
Nosso projeto tem por objetivo identificar os sentimentos e as emoções e poder compartilhar com colegas, familiares, professores e amigos. Usando o filme “Inside Out” (Divertidamente) como inspiração, identificaremos qual emoção está em nosso “painel de controle” e de que forma podemos ampliar nosso vocabulário em Língua Inglesa.

 

JOGOS DE MÃOS E COPOS DAQUI E DE LÁ
Turmas: I3M/V
Disciplina: Música
Professora: Cecília M. Pinheiro Machado

Serão exploradas brincadeiras musicais colaborativas em grande e pequenos grupos por meio de jogos de mãos e jogos de copos do Brasil e do mundo. As crianças conhecerão músicas de diferentes culturas, aprenderão jogos, mas também comporão suas próprias canções e jogos por meio de propostas variadas: com poesias, canções, parlendas ou quadrinhas trazidas pela professora e, também, inventados pela turma. Além disso, o grupo terá também contato com os instrumentos disponíveis, tocando arranjos ensinados pela professora e compondo colaborativamente os próprios arranjos e músicas.

 

LEITURA DE IMAGENS, LEITURA DE MUNDO!
Turma: 8A/B
Professor: Monique Fonseca

Conhecer artistas, apreciar as obras criadas por eles e refletir sobre elas para depois soltar a imaginação e criar as próprias versões, proporcionando a ampliação de repertório é a proposta do Projeto “Leitura de Imagens, Leitura de mundo!.
Um percurso de leitura de imagem bem planejado inclui a exploração da história da arte, das técnicas e das linguagens utilizadas e uma produção de referências e ressignificação. Neste projeto será proposto uma passagem do bidimensional para o tridimensional e a documentação deste através da fotografia, já que os alunos serão desafiados a ocupar suas produções e fotografá-las.
Acrescentar algo pessoal para o que já foi feito pelos artistas através da transformação de uma pintura em uma fotografia exige um novo olhar, um novo enquadramento e muita reflexão.

 

MATEMÁTICA DENTRO DE CASA
Turma: 5V
Disciplina: Matemática
Professora: Joceliane Londero Ventura

A nossa casa é um ambiente rico e com um potencial pedagógico muito grande. Na segurança da casa é possível encontrar todos os elementos necessários para o desenvolvimento de muitas habilidades matemáticas. Além disso, é um local definido, que faz parte do universo do estudante e que pode ser explorado de uma forma muito eficiente como um LABORATÓRIO. Mas realmente há Matemática dentro de casa? Onde? De que forma explorar? Vamos investigar?

 

MEMÓRIAS LITERÁRIAS: FALAR DE SI, ESCUTAR O OUTRO
Turma: 5M/5V
Disciplina: Língua Portuguesa
Professora: Maria Fernanda S. Carvalho

As memórias literárias são um gênero presente em diversos outros gêneros literários, como o conto, a crônica, o romance, o poema, etc. Nos textos narrativos, autor, narrador e personagem se misturam, sendo, portanto, narrados em primeira pessoa, a qual mescla acontecimentos reais e ficcionais sobre seu passado, de modo a compor as suas memórias. Partindo da leitura, da discussão e da interpretação de textos desse gênero, este projeto tem como objetivo não apenas falar de si, mas também escutar o outro, trazendo as seguintes reflexões, entre outras: de que modo me percebo como indivíduo que pertence a um grupo e que é escutado por ele? Como o outro, ao falar de si, se percebe e como eu o percebo? Como o processo de escuta se faz fundamental para o respeito e a tolerância em grupo?

 

MEXE , REMEXE COM O BOI-DE -MAMÃO !
Turma: I1M
Professora: Ana Paula Martins da Cunha
Auxiliar: Gisele da Silva Venâncio Pacheco

Brincar, pular e remexer! Por  meio da brincadeira cantada o Infantil 1 irá explorar o seu corpo e suas potencialidades.  Ampliando seu repertório de mundo e sua relação com o mesmo.

 

MINHA ESCOLA, MEU PLANETA.
Turma: I2V
Professora: Clarissa Gabriela Teixeira da Mota
Auxiliar: Francieli Maria da Cunha

Como me sinto na escola? Quais são os lugares que eu mais gosto? Por que existem lugares tão diferentes?
O projeto “MINHA ESCOLA, MEU PLANETA” vai possibilitar que o grupo explore à escola e descubra os diferentes territórios de vivências e aprendizagens. As crianças vão conhecer os espaços escolares, concentrando as ações em quatro territórios:

1º- Espaço Transdisciplinar, onde as vivências estarão relacionadas com o ambiente natural.

2º – Biblioteca Giramundo, onde a literatura e o mundo da imaginação estarão presentes.

3º- Pátio, onde as brincadeiras mediarão as relações sociais.

4º- Sala, onde a arte vai desenvolver as habilidades e possibilitar os registros do projeto.

 

MUROS E CERCAS: SEU SIGNIFICADO GEOGRÁFICO E HISTÓRICO
Turma: 9AB
Disciplina: Geografia
Professor: Janaina Benincá

Identificar as distribuições de cercas e muros em diferentes períodos e espaços, analisando as diferentes motivações para sua edificação é o foco do projeto. Buscaremos entender as noções de território, fronteira, estado nacional e segregação espacial, bem como identificar as possíveis repercussões e significados destas barreiras no mundo.

 

MÚSICA BRASILEIRA: SAMBA, CAPOEIRA, MÍDIAS E CONSTRUÇÃO DE INSTRUMENTOS.
Turmas: 4M/V
Disciplina: Música
Professora: Cecília M. Pinheiro Machado

“Me diz quem é” (Carlos Eduardo Romão)  é uma música que marcou o início das aulas e a forma como nos conhecemos. Como é um samba, partimos para conhecer um pouco sobre esse gênero, sua origem negra e aprender frases rítmicas e seus instrumentos comuns. O samba do café da manhã/tarde nos iniciou no trabalho com percussão vocal/corporal e instrumental, dando também suporte para atividades de composição. Mas de onde veio o samba? Os quartos anos explorarão um pouco da história da música popular a partir do samba e isso os conectará a um arranjo de samba, composições em grupos e a proposta de construírem instrumentos para o uso de todas as turmas. O grupo está compondo em grupos algumas músicas que falam sobre quem são e sua história. Fará parte do trabalho, o  uso de mídias a partir de gravações de som, de musicalização, de vídeos e elaboração de vídeoclipes pela turma, utilizando os ritmos aprendidos e os instrumentos criados pela turma.

 

MÚSICA E CULTURA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA
Turmas: 3M/V
Disciplina: Música
Professora: Cecília M. Pinheiro Machado

O que é música brasileira? Qual a origem da nossa música? Pesquisaremos os ritmos brasileiros ijexá, maracatu, baião e conheceremos e exploraremos músicas africanas. Iniciando pelo ijexá, começaremos a pesquisa da origem africana da cultura musical brasileira. Faremos apreciações, performances e composições. Conheceremos algumas músicas africanas, estudaremos instrumentos e o contexto que as envolve. Dialogando com os projetos das professoras Firmina e Lucélia, o instrumento ‘moringa’ ou ‘udu’, de origem africana dos povos Igbo e Hausa da Nigéria, vai fazer a articulação da música africana com a música local, já que uma das turmas trouxe uma moringa de sua visita na Olaria da cidade. Dessa forma, o instrumento conduzirá a nossa conversa e prática musical ligando a cultura local, à música afro-brasileira e africana como um todo. A música afro-brasileira também está, tanto quanto a açoriana, há muito tempo na ilha. Algumas de suas manifestações culturais são o samba, e as escolas de samba centenárias e outros gêneros de origem negra como o cacumbi.

 

MÚSICA INDÍGENA E DE DIFERENTES REGIÕES DO BRASIL
Turmas: 2M/V
Disciplina: Música
Professora: Cecília M. Pinheiro Machado

A turma como um grupo de pesquisadores realizará uma viagem imaginária pelo Brasil conhecendo diferentes culturas indígenas e músicas de diferentes regiões. Quantas músicas há no Brasil? Quantas línguas são faladas no Brasil? Como outros grupos significam a música? Buscaremos uma aproximação com os diferentes grupos indígenas, o que temos em comum com eles, língua/palavras/costumes e buscaremos contextualizar os indígenas como vivem hoje, desconstruindo estereótipos. Começamos em Minas Gerais, com uma canção de boas-vindas do grupo Krenak, Po Hamek. De avião, voltamos à Santa Catarina, para conhecer os povos que estão no nosso estado: Mbyá Guarani, Kaigang e Xokleng. Conheceremos suas músicas, sonoridades e rituais por meio da apreciação e performance e faremos composições por meio de arranjos construídos colaborativamente, de paisagens sonoras e de temas que surgirem nas aulas. A paisagem sonora entrará para diferenciar ambientes de morada, mudanças de localização e meios de transporte: quando nossa viagem imaginária passar por cidades, florestas, campos e seguir de avião, ônibus, carro, jipe ou canoa. Paisagem sonora, sonorização e musicalização também serão trabalhadas nos conteúdos trazidos pela professora Tatianne, por exemplo nas poesias. Além do repertório indígena, trabalharemos músicas variadas de diferentes regiões do país.

 

MÚSICAS E HISTÓRIAS: LENDAS BRASILEIRAS
Turmas: I2M/V
Disciplina: Música
Professora: Cecília M. Pinheiro Machado

O Infantil 2 brincará com diversas improvisações sonoras que exploram som/silêncio, forte/fraco, assim como diferentes timbres. As turmas pesquisarão lendas brasileiras como: Saci, Boitatá, Curupira, Caipora, Boto rosa, Mula sem cabeça, Iara, Cuca, Lobisomem. O trabalho envolverá  a apreciação e a performance de canções do tema selecionadas pela professora e também a composição de músicas pelas crianças para estas histórias. Os grupos serão incentivados a fazer pesquisa de objetos sonoros, sons e combinações timbrísticas para sonorização de histórias, construção de paisagens sonoras e musicalização das composições.

 

MÚSICA, VIDA  E POESIA
Turmas: 1M/V
Disciplina: Música
Professora: Cecília M. Pinheiro Machado

Quais são as funções da música? Por que existe música? O planejamento dessas turmas é uma ligação do planejamento da Educação Infantil com o Fundamental 1. O trabalho envolverá brincadeiras, jogos de mãos, jogos de copos a partir de poesias e músicas do mundo. Conversaremos sobre uma das nossas origens musicais e culturais, a portuguesa. Esse será o gancho para os projetos das professoras com a ilha, imagens e poemas. Os trabalhos serão desenvolvidos no grande grupo e será incentivado também o trabalho em pequenos grupos. Conversaremos sobre a música e suas funções na nossa vida: canções de festa, de ritual, de trabalho, de ninar… As crianças terão contato com diferentes repertórios, e com propostas de composição que envolverão pequenos textos, poemas e imagens e a reflexão sobre os sons presentes na nossa cidade.

 

O CORPO FALA
Turma: 7 AB
Disciplina: ARTES CÊNICAS
Professor: Luciano Souza

O projeto tem a intenção de aprofundar as noções de tempo, espaço e forma, enquanto dimensões estéticas, trazendo a conscientização do próprio corpo como elemento fundamental para a representação teatral e para isso, serão abordadas atividades expressivas e criativas, como o jogo dramático, a expressão corporal, vocal, a improvisação em cena, a criação de personagens, a interpretação e a encenação em grupo.

 

PAISAGEM COM GENTE DENTRO
Turma: 6AB
Disciplina: Ciências e Geografia
Professora: Adriana Cristina Serpa e Sarah Mendes

Como as relações humanas de um meio ambiente influenciam na construção da cultura de um local e na relação com os meios de produção da sociedade? Com este problema apresentado os 6º anos pesquisarão a dinâmica de constituição de um lugar a partir dos cinco meios ambientes definidos por lei, sua  interação e como as ações em um gera consequências no outro. Faremos saídas de estudo em lugares diferentes da cidade para que os estudantes olhem os espaços de maneira diferente e estruturada, reconhecendo seus constituintes ambientais e suas relações e registrando, através das fotografias, as paisagens percebidas. Após as visitas e discussões em sala de aula, será montada uma exposição intitulada “A cidade  que pulsa em nós”. Esta exposição será um evento onde os alunos poderão socializar seus conhecimentos e produções de forma coletiva para a comunidade escolar.

Posteriormente, na segunda etapa do projeto, faremos trocas culturais com um grupo de refugiados, acolhidos por uma ONG Local (Organização Pelos Refugiados, OPR), que se estabeleceram na cidade de Florianópolis, promovendo o intercâmbio cultural para conhecer melhor os sujeitos (nativos ou não) que constituem este espaço em transformação. Para finalizar, será promovido um Sarau Cultural onde serão mostrados movimentos artísticos (poesias, culinária, festas folclóricas, danças, costumes, entre outros) dos países representados pelos cidadãos envolvidos no projeto.

 

PALAVRA COISA
Turma: 8AB
Disciplina: Língua Portuguesa
Professor: Ailton Pereira Junior

Nesse projeto buscou-se perceber e conhecer a palavra em suas distintas manifestações, seja semântica (conotação, denotação e polifonia), seja estrutural (morfemas), seja em sua imagem (poesia concreta e visual), seja em seu ritmo (poemas metrificados), misturando tudo em produções poéticas em cartazes e livretos.

 

POR ONDE O VENTO NOS LEVAR…
Turma: 3V
Professora: Mina Martins

Uma Ilha, muitas histórias… O que você sabe sobre o lugar onde você mora? Por que dizem que a tradição de Florianópolis está ameaçada? Quem são as pessoas que ainda preservam essa tradição? O que elas fazem? Estas e outras perguntas fazem parte do projeto “Por onde o vento nos levar…”. Nosso objetivo é conhecer a história e as pessoas. Estudar os ofícios, as profissões, o jeito de ser e fazer do manezinho que tornam Florianópolis ser tão rica culturalmente.

 

PRÓXIMA PARADA: AMÉRICA LATINA
Turma: 8AB
Disciplina: Geografia
Professor: Janaina Benincá

Durante o trimestre conheceremos um pouco da história e geografia da América Latina. A região é muito rica de culturas e histórias, contudo é marcada pela existência de profundas desigualdades sociais. Essas desigualdades estão expressas nos diversos indicadores sociais e econômicos de cada país, como nas taxas de analfabetismo, na renda dos habitantes e na expectativa de vida da população. Muitos historiadores apontam  que o subdesenvolvimento dos países da América Latina tem origem histórica e está ligada ao seu processo de colonização. Vamos estudar, conhecer e debater um pouco mais sobre quem nós somos e quem são nossos irmãos latino-americanos.

 

QUEM GUARDA A NOSSA HISTÓRIA?
Turma: 3M
Professora: Lucélia Damas Marques de Aguiar

Uma Ilha, muitas histórias… O que você sabe sobre o lugar onde você mora? Por que dizem que à tradição de Florianópolis está ameaçada? Quem são as pessoas que ainda preservam a tradição? O que elas fazem? Estas e outras perguntas fazem parte do projeto “Quem guarda a nossa história?”.
Nosso objetivo é conhecer as pessoas e estudar os ofícios, as profissões e os fazeres que tornam Florianópolis ser tão rica culturalmente.

 

QUEM SOU EU?
Turma: 1V
Professora: Luciane Pocai
Auxiliar: Dyanna Jéssica da Silva

Trabalhar com a singularidade e um olhar mais atento sobre si proporciona à criança compreender sua identidade, o reconhecimento da diversidade e refletir sobre suas ações no convívio social.
Através do conhecimento de sua história e sua interação com a escola e outros espaços de convivência, a criança terá capacidade de compreender diversas situações, o respeito às diferenças e a consciência dos seus direitos e deveres, promovendo atitudes de respeito às individualidades.

 

SIMETRIA
Turmas: 5M/V
Disciplina: Artes
Professora: Carolina de Nicola

O que é simetria? Onde podemos observá-la? Os artistas usam a simetria em seus trabalhos? Arte ou matemática? Entre régua, tesoura, lápis e muita criatividade iremos explorar imagens simétricas

 

SUSTENTABILIDADE
Turma: 4M/V e 5M/V
Disciplina: Transdisciplinar Autonomia
Professora: Bruno Soldi da Silveira, Marçal Giese Wilhelm e Priscyla  Silva Queiroz

Iniciamos com a pergunta: O que é jogar fora?
Buscamos a compreensão dos alunos sobre a produção de resíduos e se o ato de jogar no lixo vai realmente para “fora”. Num segundo momento buscamos sensibilizar os alunos com o filme wall-e e ações que eles sentiram que fizeram bem para o planeta, que poderiam ser bem pequenas.
Agora vamos para a parte mais prática com as novas lixeiras na escola e apresentações nas turmas sobre que se coloca em cada lixeira.

 

ZONA DE CONFORTO? APRENDENDO POR DESAFIOS
Turma: 8AB e 9AB
Disciplina: Matemática
Professora: Suséle Zomkowski Raymundi

Estimular o cérebro com frequência é tão importante quanto praticar atividades físicas para manter a saúde, por isto, num ambiente de aprendizagem é importante a produção de significados matemáticos. Muitos destes significados emergem dos desafios e estímulo à tomada de posição que conciliam o já conhecido ao que se vai aprender, possibilitando várias tentativas de conexões com os conhecimentos anteriores. Nesta proposta os estudantes serão desafiados a resolver diferentes questões utilizando a lógica matemática.